"Eu agradeço a todos que me disseram NÃO. É por causa deles que fiz tudo eu mesmo."
Frase supostamente atribuída a Einstein


terça-feira, 17 de novembro de 2009

L'APPARITION DU LIVRE - Febvre et Martin

Encadernação em 3/4 de couro Marroquim caramelo e Papel de Eliviana Pedrosa Marmorizados.

3 comentários:

rui disse...

Caro amigo Marco
Excelentes encadernações !

« L'APPARITION DU LIVRE » - Febvre et Martin
Vais-me desculpar, mas como seria de esperar, é a minha preferida. Tanto pela estética da conjugação da cor do couro e do papel marmorizado e pela qualidade do mesmo, mas também pela sobriedade dos dourados (ou seja a sua quase ausência!)
(Nós também lhe chamamos meia-francesa com cantos)

Itinerário de Pasárgada - Manuel Bandeira 1ª edição
Excelente! ... não sou assim tão “velho do Restelo”!
Encadernação perfeita para um livro contemporâneo e bem enquadrada com o espírito do autor.

Poemas Reunidos - João Cabral de Melo Neto
A menos feliz para o meu gosto, mas com elevada concepção estética.

Os meus parabéns pelo teu trabalho.
(Para quando mais postagens da Eliviana?)

Um abraço do outro lado do oceano

Nota: Convido-te a “espreitares” as encadernações que por cá se fazem no «Catálogo do Leilão» que postei recentemente.

Marco Pedrosa disse...

Caro amigo, passados quatro dias retomo o asunto para agradecer teus comentários e dizer que eu já imaginava que fosses gostar
mais do L'apparition du livre. Te confesso que é meu preferido também.
No que se refere à encadernação contemporânea ainda estou nos primeiros passos desta arte. os trabalhos que hora vês são minhas primeiras incursôes por este caminho. Mas uma coisa é fato concreto; só é tolerável esse tipo
de trabalho em edições recentes, como já falastes várias vezes.
È o caso do Itinerário de Pasárgada, pois Manuel Bandeira é um ícone do modernismo brasileiro inaugurado durante a semana de arte moderna de 1922 em São Paulo.
Mas sei que isso tu ja sabes!como se percebe pelo teu coerente comentário, afinal és um estudioso do assunto.
O João Cabral De M. Neto é igualmente importante como o Bandeira e até mais contemporâneo.
Quanto a postagem no Blog da Eliviana estamos preparando material para em breve posta-los no próximos dias.

Já olhei bastante a tua postagem do catálogo de leilão no dia em que a fizeste. É excelente!!!
Se me permites uma sugestão; que tal se postasses as fotos para se ver em tamanho ampliado. seria interessante ver as encadernações em detalhes.

Um grande abraço, amigo.

rui disse...

Caro amigo

Em primeiro as minhas desculpas de só ter notado o teu comentário hoje, tenho estado um pouco ocupado com o meu trabalho profissional e a tentar acompanhar esta catadupa de eventos bibliófilos e literários.

Quanto ao Catálogo podes aceder pelo link que se encontra também por debaixo da fotografia do mesmo:http://www.livraria-olisipo.com/img/091116070330.pdf
e podes estudar um pouco melhor as encadernações.

Digo-te que nenhuma é editorial, e algumas são assinadas.Trata-se de uma boa biblioteca, na sua maioria moderna, mas com alguns títulos raríssimos.
Tem livros que foram apreendidos pela polícia política aquando da sua publicação!

Com abraço amigo deste lado do oceano.