"Eu agradeço a todos que me disseram NÃO. É por causa deles que fiz tudo eu mesmo."
Frase supostamente atribuída a Einstein


sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

De volta ao trivial

Depois da experiência com a lacunose voltamos ao passado.

Ah! Como é atraente esse passado!

Três trabalhos recentes:


Belazarte de Mário de Andrade, primeira Edição, 1934.

Encadernação em meio couro oásis, jaqueta e estojo de proteção.



Machado de Assis, Conceitos e pensamentos, 1ª edição, 1925.

Encadernação Em pleno couro de cabra, com estojo de proteção


Os Grilos não cantam mais, Fernando Sabino. 1ª edição, 1941.

Encadernação em meio couro oásis marinho com cantos e estojo.

Todos trabalhos feitos com papéis de Eliviana Pedrosa Marmorizados.

3 comentários:

rui disse...

Caro Marco
Perante estes “trabalhos triviais” como lhe chamas estou plenamente de acordo contigo quando dizes: “como é atraente esse passado”!

Belazarte de Mário de Andrade, primeira Edição, 1934.
Conjunto atraente, com um certo toque mais modernista, como Mário Andrade merece.

Machado de Assis, Conceitos e pensamentos, 1ª edição, 1925.
Boa execução técnica, apenas com o senão das dourações nas pastas. Sinceramente, e, salvo raras excepções, não gosto de ferros dourados aplicados nas pastas quando de encadernações clássicas, quando muito filetes simples ou trabalhados; as dourações das seixas parecem-me talvez um pouco grandes ... não achas?
Preferiria uma douração de filete simples em casa fechada e um ferro pequeno no centro.

Os Grilos não cantam mais, Fernando Sabino. 1ª edição, 1941.
Trabalho muito equilibrado e bem conseguido em minha opinião. Para mim o preferido ... questão de gosto pessoal.

Um forte abraço de amizade

Marco Pedrosa disse...

Saudações amigo!
Pela primeira vez peço licença para discordar de te.
Para um livro de pequeno formato acho que o florão está adequado e proporcional e um pequeno ferro ficaria um tanto "apagado" nos entrenervos, o qual tu chamas de seixas.(aqui no Brasil chamamos de seixas as partes internas das pasta
que margeam as linhas de cortes da brochura)Seria isso a que te referes?
Quanto as casas fechadas exigem uma variedade enorme de filetes retos face à diversidade na largura dos lombos e não os tenho.
Mas também acho muito elegante tais
decorações.
È fato também que as fotos não estão com boa resolução.Talvez as troque.
Aquele abraço amigo de sempre.

Marco Pedrosa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.